Ministério do Planejamento publica acompanhamento dos primeiros meses do Táxigov

Posted on Posted in ARTIGOS

por Matheus Brandão

Com as medidas de racionalização dos gastos públicos, o Governo Federal instituiu uma nova plataforma para o transporte dos membros da Administração Pública. A iniciativa, apelidada de TáxiGov, consiste em um novo modelo de transportes em que os servidores e colaboradores da Administração Pública, em deslocamentos a trabalho no Distrito Federal e entorno, poderão solicitar táxis previamente cadastrados por meio de um sistema integrado.

No fim de fevereiro deste ano, o Ministério do Planejamento publicou as diretrizes para a utilização do sistema. Assim, por meio do sistema, os servidores poderão solicitar o transporte por aplicativo para smartphone, via web ou por Central de Atendimento. Os táxis habilitados estarão disponíveis 24 horas por dia, inclusive sábados, domingos e feriados, podendo haver agendamento de data e horário.

A medida é parte da estratégia do governo na tentativa de diminuir os gastos e reequilibrar a economia. De acordo com dados do Ministério do Planejamento, os ministérios têm um gasto anual de R$ 32 milhões com serviço de transporte de uso administrativo, e são realizadas aproximadamente 490 mil corridas no período. Com a utilização do táxi, a estimativa é de redução em até 60% das despesas nessa área.

Após alguns meses de implantação da nova estratégia, o Ministério do Planejamento publicou recentemente1 alguns dados de acompanhamento do programa. Em reportagem publicada no portal do órgão, dados demonstram que os ministérios “que utilizam o TáxiGov realizaram, até o momento, 2.968 corridas, atendendo a 955 servidores. O tempo médio de atendimento das solicitações foi de 4 minutos. O sistema também capta a avaliação dos usuários sobre o motorista e o veículo, variando de 1 (péssimo) a 5 (ótimo) estrelas. A média das avaliações é de 4,69 estrelas”.

Os dados demonstram uma boa aceitação dos usuários do serviço, embora ainda não tenham sido divulgados dados estatísticos acerca dos valores efetivamente economizados com o novo modelo. O ministério segue afirmando, porém, que o sistema tem um potencial de gerar uma economia de aproximadamente R$ 20 milhões por ano. O Governo Federal espera que, até o início de 2018, todos os ministérios localizados no Distrito Federal já estejam utilizando o sistema.

Por fim, vale destacar que, para fazerem parte do TáxiGov, os órgãos devem firmar Termo de Adesão e Termo de Execução Descentralizada com o Ministério do Planejamento. No caso das autarquias e fundações, é necessária a adesão à Ata de Registro de Preços nº 02/2016.

1 Táxigov já está em funcionamento em quatro ministérios. Portal do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Disponível em: <http://www.planejamento.gov.br/noticias/taxigov-ja-esta-em-funcionamento-em-quatro-ministerios>. Acesso em: 18 abr. 2017.